quinta-feira, 9 fevereiro, 2023

Taxa de fertilidade no Vietnã cresceu durante a pandemia de Covid-19

Hanói (Prensa Latina) O flagelo do Covid-19 levou a um aumento da taxa de fertilidade em muitas localidades do Vietnã, país que hoje mantém a meta de garantir que cada família tenha dois filhos.

A pandemia fez com que os casais tivessem mais tempo um para o outro devido às medidas de distanciamento social, que resultaram no aumento das taxas de natalidade, disse o diretor do Departamento Geral de População e Planejamento Familiar do Ministério da Saúde, Nguyen Doan Tu.

Segundo o responsável, citado pela agência noticiosa VNA, em 2020 as taxas de fertilidade aumentar novamente, superando as de fertilidade de substituição em muitas regiões desta nação do Sudeste Asiático.

Especificamente, esse índice nas áreas rurais aumentou de 2,11 filhos por mãe em 2010 para 2,29 filhos por mãe em 2020, enquanto na cidade de Ho Chi Minh, localidade com a menor taxa de fertilidade do país, passou de 1,35 para 1,48 filho por mãe entre 2017 e 2021, exemplificou.

Doan Tu, alertou ainda que um aumento de curto prazo na taxa de fertilidade não é motivo de preocupação, apontando que o Vietnã ainda pretende manter a fertilidade de reposição para garantir que cada família tenha dois filhos.

Ele também citou uma pesquisa hospitalar segundo a qual entre 200.000 e 250.000 abortos são registrados anualmente no país; mas esse número ainda é muito inferior à realidade, considerou.

FIQUE POR DENTRO