quinta-feira, 9 fevereiro, 2023

Assembleia Nacional do Vietnã conclui sua quarta sessão

Presidente da Assembleia Nacional do Vietnã, Vuong Dinh Hue, fala na reunião (Foto: VNA)

A Assembleia Nacional (Parlamento) do Vietnã encerrou esta tarde a quarta sessão da XV legislatura, sob a presidência do chefe do órgão legislativo, Vuong Dinh Hue.

Hanói (VNA) – A Assembleia Nacional (Parlamento) do Vietname encerrou esta tarde a quarta sessão da XV legislatura, sob a presidência do chefe do órgão legislativo, Vuong Dinh Hue.

A sessão de encerramento contou com a presença do secretário-geral do Partido Comunista do Vietnã, Nguyen Phu Trong; Presidente do Estado Nguyen Xuan Phuc; e o primeiro-ministro Pham Minh Chinh.

Os deputados deram luz verde à Resolução sobre as interpelações e outra do quarto período de sessões da XV legislatura.

No encerramento, o presidente da Assembleia Nacional, Vuong Dinh Hue, disse que após 21 dias de trabalho sério, urgente, científico, democrático e responsável, o corpo legislativo concluiu o conteúdo de acordo com a agenda prevista.

Os parlamentares votaram para aprovar seis leis e 12 resoluções temáticas, e debateram oito projetos de lei e outros documentos relacionados sobre muitas questões importantes.

O Parlamento sublinhou a necessidade de manter a estabilidade macroeconómica; concentrar esforços na gestão das fragilidades no desembolso dos fundos de investimento público e na gestão das instituições e projetos de crédito; bem como continuar fortalecendo a prevenção e controle de epidemias, desastres naturais e mudanças climáticas, destacou.

O órgão legislativo realizou a supervisão suprema da implementação de políticas e leis sobre a prática da poupança e o combate ao desperdício durante o período 2016-2021, disse.
O relatório de supervisão destacou os resultados significativos e bastante abrangentes obtidos, apontou limitações, fraquezas e suas causas, e definiu claramente as responsabilidades dos órgãos, organizações e indivíduos relevantes, acrescentou.

As perguntas foram substanciais e vivas, abrangendo questões de interesse do eleitorado. O Primeiro-Ministro, os seus deputados e sete ministros participaram nas sessões de perguntas e respostas para esclarecer questões relacionadas, sublinhou.

A Assembleia Nacional também considerou e decidiu sobre cargos como o chefe da Auditoria do Estado, o Ministro da Saúde e o chefe dos Transportes./.

FIQUE POR DENTRO