domingo, 21 abril, 2024

Vietnã, destino atraente para investimento estrangeiro direto

Vietnã, maior receptor de investimentos do grupo japonês AEON (Fonte: baodautu.vn)

O Vietnã continua sendo o principal destino de investimentos estrangeiros, especialmente para empresas multinacionais que se concentram em exportações ou buscam fábricas complementares ou substitutas na China.

Hanói (VNA) – O Vietnã continua sendo o principal destino de investimentos estrangeiros, especialmente para empresas multinacionais que apostam na exportação ou buscam fábricas complementares ou substitutas na China.

É o que confirma Michael Kokalari, economista sénior da VinaCapital, num relatório recentemente publicado sobre a questão da atracção de investimento no Vietname, no contexto em que o fluxo de investimento estrangeiro para este país tem vindo a abrandar nos últimos tempos.

Diante das preocupações de que o Vietnã poderia perder sua vantagem competitiva na atração de investimentos estrangeiros para a Índia, Indonésia ou Malásia, Michael Kokalari estava confiante de que esses países não podem ser um obstáculo ao fluxo de capital para o Vietnã.

Vietnam, destino atractivo para inversion extranjera directa hinh anh 2Foto ilustrativa (Fonte: baodautu.vn)

No caso da Índia, o investimento estrangeiro neste país é para produção e abastecimento do mercado interno com demanda em rápido crescimento. Enquanto isso, na última década, o Vietnã tem sido uma opção atraente, especialmente após a eclosão dos conflitos comerciais EUA-China.

Por parte da Malásia ou da Indonésia, os investimentos nesses países são principalmente dedicados ao fortalecimento da fabricação de produtos que o Vietnã não fabrica, por exemplo, baterias de carros elétricos ou no campo da computação em nuvem. Atualmente, o investimento estrangeiro no Vietnã está focado no setor de alta tecnologia, especialmente produtos de montagem de equipamentos eletrônicos e outros produtos tecnológicos.

Michael acrescentou que, em um futuro próximo, o Vietnã poderá obter o maior benefício do investimento estrangeiro, impulsionado pela estratégia de negócios China+1, que consiste em expandir e diversificar as operações atuais na China e buscar fontes alternativas em outros países.

FIQUE POR DENTRO