domingo, 21 abril, 2024

Mudança climática é o maior desafio para o Vietnã, diz especialista

Hanói (Prensa Latina) O maior desafio para o desenvolvimento do Vietnã atualmente é a mudança climática, disse hoje aqui o especialista econômico sênior do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Jonathan Pincus.

Um longo litoral e duas planícies baixas do delta colocam esta nação da Indochina na lista dos países mais vulneráveis ao aumento do nível do mar, inundações, secas e eventos climáticos extremos, observou o especialista.

No caso da região do Delta do Mekong, ele apontou, o aumento do nível do mar e a intrusão de água salgada podem forçar milhões de pessoas a se mudarem.

Segundo Pincus, o Vietnã terá que investir um bilhão de dólares para melhorar sua infraestrutura rural e urbana para proteger sua população das enchentes.

O especialista do PNUD sublinhou em entrevista à agência noticiosa VNA que este país do Sudeste Asiático tem alcançado vários resultados notáveis no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030.

Ele destacou ainda o compromisso do governo vietnamita em alcançar zero emissões líquidas de carbono até 2050 e eliminar gradualmente as usinas movidas a carvão até 2040.

O Vietnã também realiza vários programas de apoio social para ajudar indivíduos e famílias pobres e vulneráveis, incluindo crianças, idosos e pessoas com deficiência, disse ele.

No entanto, esse gasto representa apenas 0,7% do Produto Interno Bruto, um nível modesto em comparação com outros países da região da Ásia-Pacífico.

Pincus também reiterou a disposição do PNUD de cooperar com o governo do Vietnã para estudar os impactos sociais e econômicos causados pelas mudanças climáticas e pelo processo de transição energética, e para identificar políticas e programas para proteger pessoas e comunidades vulneráveis.

FIQUE POR DENTRO