segunda-feira, 20 maio, 2024

Fórum Socioeconômico do Vietnã procura fortalecer a força interna das empresas

Presidente da Assembleia Nacional do Vietnã, Vuong Dinh Hue, no fórum. (Foto: VNA)

Hanói (VNA) – O Vietnã precisa de adoptar soluções síncronas, especialmente a emissão antecipada de políticas para promover os fluxos de capitais e aumentar a força interna das empresas, comentaram os participantes no Fórum Socioeconómico do Vietnã 2023, recentemente concluído em Hanói.

De acordo com a avaliação dos delegados, o Vietnã alcançou um crescimento económico sem precedentes na última década, mas ainda não pode ser comparado com números de outros países da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN).

Analisando uma das razões para isto, o economista-chefe do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Vietnã, Jonathan Pincus, disse que o aumento da produtividade do trabalho deve ser considerado um processo de longo prazo e não de curto prazo.

Jonathan Pincus recomendou que o governo vietnamita fizesse grandes esforços na inovação nacional, investisse fortemente na investigação e desenvolvesse recursos humanos de alta qualidade a longo prazo.

No período atual, as empresas dependem de questões de mercado, capacidades de procura, recursos e capital de investimento, afirmaram os especialistas e sublinharam a importância de diversificar os mercados, explorar os recursos internos e aumentar o apoio à comunidade empresarial para inovar os seus produtos e padrões para aceder a novos mercados.

Fórum Socioeconômico do Vietnã busca fortalecer a força interna das empresas hinh anh 2Delegados vietnamitas e estrangeiros participam do fórum. (Foto: VNA)

No complicado contexto da economia global e doméstica, o governo vietnamita precisa de implementar mecanismos e políticas inovadoras para ajudar as empresas a superar as dificuldades, disse o Diretor Geral Executivo do Grupo do Pacífico, Le Hong Thuy Tien.

Ao propor soluções para recuperar o ritmo de crescimento da economia, os especialistas consideraram a necessidade de adoptar uma política transparente e atrativa, a fim de fomentar o espírito de inovação no setor empresarial privado.

Segundo o antigo diretor do Instituto Central de Gestão Económica, Nguyen Dinh Cung, com uma contribuição de quase 50% para o Produto Interno Bruto (PIB), o sector privado é uma força importante que contribui para o desenvolvimento económico da sociedade e cria mais empregos para os trabalhadores.

FIQUE POR DENTRO