domingo, 23 junho, 2024

Vietnã e Brasil avançam no fortalecimento das ações bilaterais entre os dois países

Embaixador do Vietnã no Brasil, Bui Van Nghi. (Foto: VNA)

Brasília (VNA) – O embaixador vietnamita no Brasil, Bui Van Nghi, afirmou que o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, está altamente interessado em avançar nas relações bilaterais com o Vietnã.

Durante uma entrevista concedida à Agência de Notícias do Vietnã em 9 de Janeiro, Nghi descreveu isso como um sinal positivo para o Vietnã capitalizar as oportunidades e fortalecer as relações bilaterais, reforçando assim a sua crescente posição e papel no cenário internacional.

Refletindo sobre a visita do primeiro-ministro Pham Minh Chinh ao Brasil em maio de 2023, o embaixador destacou-a como a quinta visita de alto nível de um líder vietnamita ao Brasil desde o estabelecimento de relações diplomáticas em 1989 e a primeira visita de alto nível em 16 anos. Durante esta visita, ambas as nações emitiram uma declaração conjunta, concordando com medidas para impulsionar a cooperação na política, diplomacia, defesa nacional, segurança, comércio, investimento, ciência e tecnologia, cultura, turismo e intercâmbio entre pessoas. Também foi alcançado um consenso sobre a elevação do relacionamento a uma parceria estratégica.

Com o comércio bilateral atingindo quase 7 mil milhões de dólares no ano passado, ultrapassando o valor de 6,7 bilhões de dólares de 2022, foram assumidos compromissos para aumentá-lo para 10 bilhões de dólares em 2025 e 15 bilhões de dólares em 2030. A visita também levou à assinatura de quatro documentos significativos que abrangem diplomacia, educação-formação, defesa nacional e agricultura.

O Brasil mantém sua posição como maior parceiro comercial do Vietnã na América Latina. A colaboração com o Brasil e outras nações da região, especialmente no âmbito do Mercado Comum do Sul (MERCOSUL), é fundamental para o início das negociações para um acordo de livre comércio (TLC) entre o Vietnã e o bloco.

Enquanto o Vietnã e o Brasil comemoram este ano o 35º aniversário das relações diplomáticas, Nghi delineou planos para facilitar o intercâmbio de delegações em todos os níveis e melhorar a cooperação entre ministérios, agências e localidades.

O Vietnã aguarda com expectativa a segunda visita do Presidente Lula da Silva ao país, após a primeira em 2008. O Primeiro-Ministro Chinh também participará na Cimeira do G20 no Rio de Janeiro, em Novembro, a convite do Presidente brasileiro, disse ele.

Expressou a sua esperança de que estas atividades sejam acompanhadas e apoiadas por empresas de ambos os países, especialmente aquelas envolvidas nas áreas da ciência-tecnologia, agricultura, processamento agrícola, cuidados de saúde e educação. Este ano, o Brasil também é um dos dois países escolhidos pelo governo vietnamita para sediar o Dia do Vietnã, com atividades culturais e musicais para mostrar a imagem, o povo e a cultura do país entre amigos no Brasil e na América do Sul.

As Semanas de Cinema no Brasil e no Vietnã, juntamente com exposições de fotografia e pintura, também estão planeadas para este ano, disse ele, expressando expectativa pelo aumento do desporto, cultura-arte, turismo e intercâmbios interpessoais entre as duas nações.

Concluindo, ele espera que os laços entre o Vietnã e o Brasil atinjam um novo patamar em 2024.

FIQUE POR DENTRO