quinta-feira, 13 junho, 2024

Primeiro Ministro pede superar as consequências das inundações no norte do Vietnã

Inundações em Ha Giang. (Fonte: VNA)

Hanói (VNA) – O primeiro-ministro Pham Minh Chinh instou as províncias e órgãos relevantes a se concentrarem na superação das consequências das inundações e chuvas e a responderem proativamente aos desastres naturais nas regiões montanhosas do norte e nas regiões médias.

Num gabinete dedicado à Direcção Nacional de Prevenção e Combate a Desastres Naturais, ao Comité Nacional de Resposta a Incidentes e Desastres e Busca e Resgate, aos ministérios e localidades envolvidas, o primeiro-ministro apelou também a que se preste atenção à estabilização da vida das pessoas. residentes e apoiar as famílias das vítimas das cheias e/ou afectadas pelas cheias.

Por outro lado, propôs acompanhar de perto a evolução das chuvas e inundações para adoptar prontamente medidas que visem garantir a segurança e a vida dos residentes, especialmente residentes em áreas vulneráveis.

Da mesma forma, apelou aos esforços para fornecer informação completa e oportuna sobre previsões e alertas às forças competentes, garantir a segurança do tráfego nas áreas afetadas e nos reservatórios, evitando inundações; e prestar assistência às localidades em busca e salvamento quando necessário.

Da noite de 8 de junho até a manhã de 10 de junho, por influência de uma depressão tropical, ocorreram fortes chuvas em algumas localidades da região Norte, com precipitações variando entre 40 milímetros (mm) e 250 mm.

O nível mais alto das águas dos rios Lo, em Ha Giang, e dos rios Gam, em Bao Lac, ultrapassou o nível de alarme 3, causando três mortes e várias pessoas desaparecidas. As inundações ocorreram em diferentes localidades como Ha Giang, Uong Bi, Ha Long, Hai Phong, o que afetou fortemente a produção e a vida das pessoas.

mua_lu_2.webpOficiais e soldados do comando militar da província de Ha Giang ajudam o jardim de infância da comuna de Ngoc Duong a superar as consequências das inundações. (Fonte: VNA)

No gabinete, o Primeiro-Ministro enviou as suas mais profundas condolências às famílias das vítimas.

De acordo com a informação do Centro Nacional de Previsões Hidrometeorológicas, nos próximos dias, de 14 a 17, as zonas montanhosas e médias do norte continuarão a registar chuva, com elevado risco de inundações repentinas e deslizamentos de terras. 

FIQUE POR DENTRO