quarta-feira, 28 setembro, 2022

PT: 42 anos de luta e representatividade

No dia 10 de fevereiro, o Partido dos Trabalhadores completou 42 anos. Sua criação se deu em 1980, no início do processo de abertura política, após 16 longos anos de ditadura militar, regime que ainda duraria por mais quatro anos.

Em meia a uma ferida aberta, o PT surgiu para efervescer a vida dos trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade e, assim, promover a indignação que resultaria nas mudanças que, posteriormente, melhorariam a vida do povo brasileiro.

Ideologicamente ligado ao campo progressista e defensor da igualdade social, o PT foi peça chave no movimento Diretas Já, que promoveu a redemocratização do país.

Na Assembleia Constituinte, em 1988, as trabalhadoras e trabalhadores brasileiros puderam contar com as vozes destemidas de representantes legítimos durante os debates que construíram a carta magna brasileira.

Em 1989, após 29 anos sem eleições diretas para presidente da República no Brasil, o PT levava Luiz Inácio Lula da Silva, em meio a outros 22 candidatos, para o segundo turno.

Desse dia em dia, os olhos da classe trabalhadora se abriram e começamos a esperançar. Passamos a perceber que, verdadeiramente, ‘todo poder emana do povo’ e que com mobilização poderíamos conquistar direitos nunca antes almejados. E assim se deu!

Foram necessários 23 anos para elegermos Lula presidente. Um nordestino, retirante, torneiro mecânico, sindicalista, que chegou à presidência e se tornou um marco, um ‘divisor de águas’ na política brasileira. Política essa que nunca, nunca mais, seria a mesma.

Por isso, é com imensa alegria que comemoramos o aniversário do PT, apontado como o partido preferido do povo brasileiro, segundo pesquisa do Datafolha. O PT que tirou 36 milhões de pessoas da miséria, criou o Luz Para Todos, o Bolsa Família, o Prouni, o Minha Casa Minha Vida, e tantos outros programas que atribuíram cidadania ao povo brasileiro.

O mesmo partido que, em outubro de 2022, resgatará o Brasil do retrocesso em que se encontra atolado há quatro anos, expurgando para bem longe os malfeitores que hoje castigam nossa nação.

Julimar Roberto é comerciário e presidente da Contracs-CUT

Texto publicado originalmente no site Brasil 247

FIQUE POR DENTRO