sexta-feira, 12 julho, 2024

Província de Ben Tre, Terra dos Coqueiros

Foto ilustrativa (Fonte:VNA)

Ben Tre, Vietnã (VNA) – O coqueiro é um símbolo da província vietnamita de Ben Tre , devido aos seus laços estreitos e extensos com todos os aspectos da vida dos residentes locais.

Localizado no meio de uma vasta área fluvial, Ben Tre tem uma forma geológica em forma de leque com grandes e pequenos rios como suas hastes estruturais. Em todas as partes do território, a imagem mais popular é baseada nas fileiras intermináveis ​​de coqueiros verdes brilhantes.

Não há muitas plantas que possam sobreviver como o coqueiro nesta terra com clima caracterizado por secas e inundações extremas e solo arenoso infértil salinizado ao longo do tempo.

As pessoas aqui nascem sob a folhagem dos coqueiros, brincam ao lado do toco, depois ganham a vida com os produtos dessa planta e descansam a velhice à sombra das plantações.  

Essas palmeiras fornecem troncos para construir casas e pontes, e fazer móveis como cadeiras e mesas. Suas folhas grandes são usadas para fazer vassouras ou embrulhar bolos e principalmente em ocasiões de casamento, para decorar as casas onde se celebra o casamento.

Durante os últimos tempos de guerra, os aldeões construíram abrigos antiaéreos com a madeira desta árvore e penduraram a bandeira da Frente Nacional de Libertação do Vietnã e faixas de propaganda patriótica em seus troncos.

Os coqueiros acompanharam os heroicos filhos de Ben Tre nas duas revoluções pela independência e reunificação nacional e hoje proporcionam uma vida mais próspera aos moradores desta terra que ainda encontra muitas dificuldades econômicas.

No Vietnã, os coqueiros são chamados de “árvores da vida”, pois todas as suas partes, desde o tronco, folha e fruto, até a fibra e a casca, servem para a satisfação humana.

Produtos alimentícios como leite e óleo de coco, massa seca moída, balas, iogurtes, queijos e gelatinas, além de açúcar, licor, geleia e água fresca enlatada atraem o interesse dos consumidores nacionais.

Por outro lado, outros derivados como o carvão ativado feito da casca, o fio da fibra do coco e o artesanato de várias partes da árvore vêm ganhando espaço no mercado interno e externo.

A presença da fruta emblemática deixa uma marca profunda na memória dos nativos do território, desde a infância até o ocaso da vida. Mesmo que haja épocas em que as árvores foram cortadas em grande número, o povo de Ben Tre sempre se orgulha de ser os “filhos da terra dos cocos”, uma espécie resiliente com força vital duradoura que desafia o tempo

m todos os aspectos da vida dos residentes locais.

FIQUE POR DENTRO