terça-feira, 27 fevereiro, 2024

Vietnã auditará atividades da plataforma digital Tik Tok

Hanói (Prensa Latina) Autoridades do Ministério de Informação e Comunicação (MIC) do Vietnã confirmaram nesta sexta (05) que a partir de 15 de maio monitorarão as atividades da plataforma digital transfronteiriça Tik Tok, anteriormente acusada de cometer atos ilegais.

Um grupo de especialistas do MIC avaliará de forma abrangente os impactos e as influências dessa rede social sobre a comunidade, especialmente sobre os jovens, disse Le Quang Tu Do, chefe do Departamento de Transmissão e Informações Eletrônicas do MIC.

Com 49,9 milhões de usuários, o Vietnã está em sexto lugar entre os 10 países com o maior número de assinantes do Tik Tok, uma plataforma que usa um algoritmo de aprendizado de máquina para criar tendências e divulgar conteúdo que pode afetar negativamente a comunidade e os jovens.

Além disso, a agência de notícias VNA observou que não toma medidas para impedir o comércio e a publicidade de produtos falsificados, drogas afrodisíacas e alimentos funcionais de origem desconhecida, e sua falta de gerenciamento faz com que os usuários usem imagens privadas e pessoais para difamar e ofender outras pessoas.

No início de abril do ano passado, o MIC Vietnã alertou que continua vigilante contra as infrações cometidas por meio de plataformas digitais internacionais e que continuará a sancioná-las.

O portfólio registrou a ocorrência, no primeiro trimestre do ano, de várias violações envolvendo o Tik Tok, o Facebook, o YouTube e o Google.

Particularmente, o Tik Tok se envolveu em muitos atos ilegais desde seu surgimento em 2019 e, a partir de 2022, vários conteúdos contra o Partido Comunista e o Estado do Vietnã apareceram lá, bem como informações que afetam negativamente crianças, jovens e usuários, observou Tu Do na época.

As violações no TikTok, explicou ele, criaram um ambiente favorável à disseminação de notícias falsas, causando danos econômicos e instabilidade social, além de incentivar os jovens a imitar e seguir tendências ruins e minar os valores culturais da nação.

FIQUE POR DENTRO