domingo, 21 abril, 2024

Vietnã acelera trabalho para superar as consequências das bombas que sobraram da guerra

Vietnã acelera trabalho para superar as consequências das bombas que sobraram da guerra (Fonte: VNA)

Hanói (VNA) – O Vietnã continuará a intensificar o trabalho este ano para superar as consequências das bombas e minas que sobraram da última guerra.

Neste sentido, o Comité Permanente da Direcção Nacional de Superação das Consequências das Bombas, Minas e Substâncias Químicas do Pós-guerra, conhecido como Comité Directivo 701, irá colaborar com o Ministério do Trabalho, Inválidos de Guerra e Assuntos Sociais, o Centro de Acção Vietnam Mine and Bomb Counter (VNMAC), juntamente com outros ministérios e localidades, para implantar programas de detecção de bombas , minas e alvos explosivos.

O plano centrar-se-á na recolha de dados com a finalidade de preparar um relatório para rever as actividades a este respeito durante o período 2010-2025 e propor o programa relativo para a fase 2025-2045, com orientação para 2050.

Em 2024, o Vietnã expande as relações com potenciais parceiros, promove a mobilização de patrocínios internacionais e incentiva a implementação de acordos assinados de cooperação no setor com parceiros dos Estados Unidos, Coreia do Sul, Japão, Reino Unido e Rússia.

Ao mesmo tempo, implementa o projeto “Ação contra bombas e minas para a Aldeia de Paz Vietnã-Coreia do Sul para o período 2022-2026” que é realizado em sincronia com outras atividades semelhantes nas províncias de Thua Thien-Hue, Quang Nam e Binh Dinh.

Entretanto, o programa de assistência a equipamentos de desminagem financiado pelo governo japonês também é realizado, juntamente com eventos de propaganda sobre medidas preventivas de bombas e minas nas províncias de Binh Phuoc e Cao Bang.

Em resposta ao “Dia Internacional de Conscientização sobre Minas Antipessoal” (4 de abril), o Comitê Diretor 701 e o VNMAC continuam a organizar e lançar um concurso online sobre medidas para reconhecer e prevenir acidentes de mineração no site http: //vnmac.gov.vn /.

De acordo com estimativas do Ministério do Trabalho, Inválidos de Guerra e Assuntos Sociais, o país tem actualmente 7,06 milhões de pessoas com deficiência, incluindo dezenas de milhares de pessoas que são vítimas de minas e expostas ao Agente Laranja/dioxina.

De 1975 até hoje, restos explosivos de minas e minas mataram mais de 40 mil pessoas e feriram 60 mil, das quais a maioria das vítimas são trabalhadores familiares, minorias étnicas e crianças.

FIQUE POR DENTRO